Rosana Lamosa, soprano

Rosana Lamosa
Soprano

"A performance to bring the house down in every respect."
The Guardian, julho 2006.
Armide, Buxton Opera House

clique para download

O público e a crítica reconhecem Rosana como uma das mais importantes sopranos brasileiras. É artista freqüente nos principais palcos de ópera do Brasil, atuando como protagonista nos mais famosos títulos e em estreias mundiais. São especialmente reconhecidas suas performances como Melisande, Mimi, Violetta, Marie em La Fille du Regiment, Gilda, Micaela, Lucy em O Telefone de Menotti e Anne em The Rake's Progress.

No Teatro São Carlos de Lisboa, interpretou Cecy em Il Guarany e o papel título na ópera Armide de Gluck no Festival de Buxton na Inglaterra e Gildaem Rigoletto na Michigan Opera House nos EUA.

Como concertista, apresentou-se no Carnegie Hall em NY no Concert Hall de Seoul, e no Brasil interpretando obras como A Criação (Haydn), Requiem e Missa em dó menor (Mozart), Carmina Burana, 4 Últimas Canções de Richard Strauss, as Sinfonias de Mahler, 9ª Sinfonia (Beethoven), Lobgesang (Mendelssohn), Te Deum (Dvorak), Magnificat e Cantatas (Bach).

Recebeu o Prêmio APCA de melhor cantora em 1996 e o Prêmio Carlos Gomes em 1999 e 2002 por sua carreira de destaque na música lírica. Em 2009 recebeu a Ordem do Ipiranga, a maior honraria concedida pelo governo de São Paulo, por serviços prestados à arte e à cultura.

Gravou as Bachianas Brasileiras nº5 de Villa–Lobos com a Nashville Symphony Orchestra (Naxos), "Canções de Amor" de Claudio Santoro (Quartz/Clássicos) com o pianista Marcelo Bratke, a ópera Jupyra de Francisco Braga com a Osesp (BIS), Canções de Gilberto Mendes e aMissa de Nossa Senhora da Conceição do Padre José Maurício Nunes Garcia com a OSB (Biscoito Fino) .

Correspondência Rua Conselheiro Nébias, 1501 - 50
São Paulo, SP
01203-002