Luiz Filip, violino

Luíz filíp
Violinista

Luiz Filip confere um brilho belíssimo na Havanaise opus 83 de Saint-Saëns, em um jogo franco, preciso e com uma musicalidade luminosa.

clique para download

Luíz Filíp, natural de São Paulo, reside na Alemanha desde 2001 apresentando-se regularmente em cidades como Berlim, Roma, Tóquio, Tel Aviv e Paris, onde teve o seu debut na série de concertos do Auditorium do Museu do Louvre.

Entre seus parceiros de música de câmara figuram Wilfried Strehle, Guy Braunstein, Dashin Kashimoto, François Leleux, Gilbert Audin, Amihai Grosz. Participou de vários festivais de música de câmara entre os quais o Festival Rolandseck e o Festival Aix-en- Provence.

É membro da Orquestra Filarmônica de Berlin e integrante do Ensemble Berlin.

Em sua discografia como solista destacam-se um CD com o Concerto BWV 1043 acompanhado pela Academia da Filarmônica de Berlim, com regência de Reinhard Goebel, um DVD com os três concertos para violino de Camargo Guarnieri, com direção de Lutero Rodrigues e um CD com obras de Villani-Côrtes com o pianista Paul Rivinius.

Premiado nos concursos internacionais Tibor Varga, Henry Marteau e Gerhard Taschner, Luíz Filíp estudou no Brasil com Elisa Fukuda. Na Europa estudou com Ulf Wallin, Guy Braunstein, Axel Gerhardt e Zakhar Bron.

Luíz Filíp toca num violino Lorenzo Storioni de 1774 pertencente ao Governo Alemão e oferecido pela Deutsche Stiftung Musikleben de Hamburgo.

Correspondência Avenida Paulista,171, 4º Andar - São Paulo, SP 01311-000