Diego Naser, maestro

Diego Naser
regente


"Naser mostró su talento como concertador, repetando los mínimos detalles que exige la partitura, volcados en esta interpretación que quedará en la memoria de todos aquellos espectadores que asistieron a un concierto de jerarquía internacional."
Diário El País
Montevideo

- clique para download

Atual diretor musical e artístico da renomada Orquestra Sinfônica Nacional do Uruguai (OSSODRE) e regente convidado principal da Orquestra Sinfônica do Instituto Politécnico Nacional na Cidade do México na temporada 2017-2018, Diego Naser é um dos mais ativos regentes de nossos dias.

É um regente versátil, tendo dirigido produções de balé como A Sagração da Primavera, Stravinky, O Carnaval dos Animais, de C. Saint-Saëns, Pedro e o Lobo de Prokoffief e a estreia espanhola da ópera "Telémaco nell'Isola di Calypso" de F. Sor, além de concertos sinfônicos em Luxemburgo, México, Brasil, Chile, Uruguay, Panamá, Austria, Portugal, Argentina, Espanha, Alemanha entre outros.

Na temporada 2017-2018 gravou um CD de novas peças sinfônicas para violão do compositor italiano Simone Iannarelli regendo a Orquestra Sinfônica de Murcia com o solista Alex Garrobé.

Diego Naser foi violista da Filarmônica de Kiel, Orquestra de Câmara de Hamburg, Elbphilharmonie Hamburg NDR, violinista da Orquestra Filarmônica de Câmara de Viena e da West Eastern Divan Orchestra do maestro Daniel Barenboim, participando de festivais internacionais importantes como Salzburg, Waldbühne de Berlin, Lucerna e BBC Proms de Londres.

Na temporada 2018-2019, Diego Naser regerá mais de 70 performances entre balés como Carmina Burana, La Sylphide, Don Quixote, Manon, e óperas como Madame Butterfly, Telémaco Nell'Isola di Calypso e La Bohème, e mais de 40 concertos sinfônicos na América Latina e Europa.

Correspondência Rua Conselheiro Nébias, 1501 - 50
São Paulo, SP
01203-002