Daniel Umbelino, tenor

Daniel Umbelino
tenor

“Com uma voz de tenor brilhante e sólida, dotada de coloraturas sem esforço, Daniel Umbelino, especialista em Rossini vindo do Brasil, dominou o papel do Chevalier Belfiore.”
Semperoper, Dresden - Il viaggio a Reims
Ioco Kultur im Netz

clique para download

Daniel Umbelino, considerado uma das grandes revelações líricas jovens do Brasil nos últimos anos, foi aluno da Accademia Rossiniana em Pesaro, estudando com Ernesto Palacio e Juan Diego Florez, e sucesso de crítica por seu Belfiore em “Il Viaggio a Reims” no Rossini Opera Festival 2019. é o vencedor do Primeiro Prêmio Masculino e Prêmio Personagem Alfredo Germont no 15º Concurso Maria Callas 2016.

Tem em seu repertório papéis como Rinuccio em “Gianni Schicchi”, Tamino em “Die Zauberflöte”, Alfredo em “La Traviata”, Romeo em “Romeo et Juliette” e Lysander em “Midsummer Nights Dream” de Britten.

Foi protagonista na estreia mundial de “O Espelho” de Jorge Antunes e “Tres Sombreros de Copa” de Ricardo Llorca. Participou das estreias brasileiras de “The Brothers Grimm” de Dean Burry e “Where the Wild Things Are” de Oliver Knussen.

Foi solista convidado no 19º e 21° Festival Amazonas de Ópera cantando LʼAbate em “Adriana Lecouvreur” de Cilea e Gandung na estreia de “Kawah Ijen” de João Guilherme Ripper. Fez a estreia brasileira do ciclo orquestral “Our Hunting Fathers” de Britten, sob regência de Luiz Fernando Malheiro junto à orquestra do Theatro São Pedro.

Daniel cantou sob regência de Luiz Fernando Malheiro, Nikolas Nägele, Silvio Viegas, Peter Van Heyghen, Alexis Soriano etc e sob direção cênica de Gustavo Tambascio, Davide Garattini, Bruno BergerGorski, Jorge Takla e André Heller-Lopes.

Tem atuação destacada no repertório de câmara com os ciclos de Schubert, Schumann e Brahms, e em especial, os ciclos “Die Schöne Müllerin” e “Dichterliebe”.

Daniel formou-se na Escola de Música de São Paulo sob orientação do soprano Laura de Souza. Na Escola de Música do Estado de São Paulo EMESP, frequentou o Ópera Estúdio sob orientação de Mauro Wrona e Canto Barroco sob orientação de Luís Otavio Santos. Também estudou interpretação barroca com Nicolau de Figueiredo. Foi aluno da academia de ópera do Theatro São Pedro sob orientação de André dos Santos e participou de masterclass com Mariela Devia, Giuseppe Sabatini, Fernando Portari, Eliane Coelho e Ricardo Tamura.

Correspondência Rua Conselheiro Nébias, 1501 - 50
São Paulo, SP
01203-002