Elayne Caser

soprano


Elayne Casehr é uma artista que tem se firmado no cenário lírico nacional pela sua voz privilegiada, apurada técnica e musicalidade.

Tem se apresentado nas mais importantes salas do Brasil, como Sala São Paulo, Theatro Municipal de São Paulo, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Theatro São Pedro (SP) e Sala Cecília Meireles.

Foi solista em obras como Missa Glagolítica de Janacek (OSM-SP), Oitava Sinfonia de Mahler e Les Nuits d'Été de Berlioz (Petrobras Sinfônica), Réquiem de Mozart, Réquiem de Verdi (OSM-SP) , Glória de Poulenc (OER), Petit Messe Solennelle de G. Rossini (com Coro da OSESP), Missa em Dó Maior Op. 86 de Beethoven, Missa Brevis de Kodaly (OSM-SP), Bachianas nº 5 de Villa-Lobos (OSUSP), Floresta Amazônica, Te Deum de Charpentier, Glória de Vivaldi, Salmo 42 de Mendelssohn, Cantata 140 de Bach, Missa op. 4 de Saint-Saëns, Hymne de Mendelssohn, Vesperae Soleminis di Confessori de Mozart etc, e esteve sob a regência de Isaac Karabtchevsky, Karl Martin, Ira Levin, Carlos Prazeres, Naomi Munakata, Alfonso Pollard, Gerald Kegelmahn, Guilherme Mannis e Mário Zacaro entre outros.

Recebeu o "Prêmio Revelação" no Concurso Nacional de Canto Lírico Funarte/94, 1° lugar no Concurso de Canto “Cidade de Araçatuba”/2003 e 1° Lugar no I Concurso Nacional de Canto “Edmar Ferreti” /2005 (SP).

É bacharel em Canto pela Universidade Federal de Goiás e tem como preparadora a professora Isabel Maresca.